Análise sobre Wings

Como prometido há um mês, venho trazer o que achei do Anime Wings, evento realizado no dia 4 de setembro desse ano na UNISUAM, unidade Bonsucesso. Antes de começar, queria pedir desculpas pela demora, pois estava muito enrolada com trabalhos da faculdade. Então, vamos lá.

O acesso era fácil até para pessoas que vinham de longe, com a variedade de conduções que passavam pela rua. Além disso, a organização dos espaços estava muito boa: a aréa dos estandes tinha bastante espaço pra circular, o animekê não conflitava com o som do palco, que foi posto no segundo andar. Havia ainda o espaço para a exposição de fanzines, onde artistas brasileiros vendiam seus produtos e onde se localizava o workshop de mangá. Num canto estava o espaço Star Wars e, próximo ao palco, no patamar das escadas, ficava a área dos jogos Free-Play.

No palco, enquanto se esperava o começo do concurso cosplay, acontecia o AnimeQuiz, em que qualquer um que soubesse a resposta e chegasse primeiro ao palco poderia ganhar prêmios. Uma inovação do evento é o fato de o concurso de cosplay se dividir em duas categorias: a Oriental, abrangindo animes e mangás, e a Ocidental, abrangindo jogos, HQs americanas e filmes.

Depois teve a entrevista com Mário Jorge Andrade, o dublador do Ed Murphy e outros personagens queridos do público. Foi realmente interessante entender como funciona a dublagem de filmes. Ele também contou um pouco sobre como a Globo trabalha, entre outras curiosidades que a platéia perguntava. A única crítica que tenho é que o lugar escolhido para os jogos Free-Play não foi muito bom, por ficar muito próximo da entrada para o palco e perto das escadas, a aglomeração de pessoas muitas vezes bloqueava a passagem. Mas, no geral, foi um evento realmente muito bom, com bastante variedade de estandes e apresentações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *