Arquivo da categoria: Original

O mundo dos mortos é um campo florido

Quando consegui enxergar novamente, cocei os olhos pra ter certeza que estava vendo direito. É, sem ilusões… Espero.

Estava num campo de flores. Mas como nada é normal agora que estou morto, as flores eram gigantes, tinham janelas e portas. Algumas pareciam habitadas por almas como eu e outras eram visitadas por borboletas azuis.

— Você se acostuma. – ouvi a voz da Sarah, mas ela não estava mais visível.

— O que é esse lugar? – perguntei para o nada.

— O mundo dos mortos. Dependendo da minha aparência, eu mudo a dele também, pra ficar divertido. Da última vez, era um condomínio de luxo. E eu era a faxineira. Foi engraçado.

Leia Mais